Spirituals

OUVIR O PROGRAMA NA WEB

HISTORIAS MUSICAIS

2bbdb-seta_baixo

A música é chamada de spiritual por ser quase uma canção de inspiração do escravo negro. Embora às vezes o spiritual seja alegre e num andamento maisallegro com o chamado Shout (em português, “grito”), para a dança entre eles, grande parte dos spirituals tem um tom manso, num andamento “largo” e meditativo e, os negros, acorrentados, poderiam cantar sentados e a capella. Mas, a ideia do espiritual vem de uma raiz bíblica, das canções espirituais que podemos encontrar na leitura desta, com a menção de “Canções espirituais”.

“falando entre vós com salmos,
entoando e louvando de coração ao Senhor
com hinos e cânticos espirituais…”

O Spiritual dos Afro-americanos começou a surgir durante os anos da escravidão, que podem ir até bem antes da Revolução americana, de 1776, mas foi só por volta de 1860 que a música começou a ser publicada. Neste ano vários estados já haviam emancipado a escravidão.

Apesar da entonação religiosa o Spiritual dos Afro-americanos tinha, principalmente, uma função política objetivando o fim da escravidão. Nestas canções os abolicionistas e/ou escravos já libertos (a estes, normalmente, é atribuída a autoria de tais canções) inseriam códigos/expressões que mostravam aos escravos caminhos para sua fuga e, consequentemente, meios de localiza-los.
Abaixo, na canção Wade in the Water, vemos um claro exemplo desta entonação político abolicionista codificada em uma das muitas canções que mascaram a luta pela liberdade em versos que fazem referência ao cristianismo.

Kings Herald

Take 6

 

“A cidade e os elementos para uma história musical” tornou-se um projeto da Pró-Reitoria de Extensão (Prorext) com o nome de HISTÓRIAS  MUSICAIS  ação de extensão, com ênfase na temática cultural  na Radio AM 1080 da Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

O programa iniciou-se no dia 07/05/2003, apresentado sempre às quartas – feiras das 21:30hs ás 22:300hs.

Locução e Produção Geraldo  Costa –

Operador da Mesa e Colaborador

Cleber Mendes

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s